quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Recaídas

As vezes me pego perguntando a mim mesma porque algumas pessoas sofrem de recaídas de amor. Sabe do que falo? Amores, paixões que nos pegam desprevenidas, arrasam nossas proteções e, exatamente como o efeito das drogas, nos remetem a um grande êxtase para em seguida nos jogar sem dó nem piedade ao solo. Aliás, mais precisamente ao fundo do poço. Passado algum tempo de restabelecimento emocional, e quando achamos que já estamos curadas, eis que retorna mais forte, nos levando a um período de delírios e fantasias, para depois, novamente nos darmos conta de que não passa de uma "virose". Legal esse termo não? Tão usado ultimamente pelos médicos. "Virose": aquilo que não entendemos, não conseguimos diagnosticar, no entanto, toma conta de nosso corpo, acaba com nossas defesas, detona nosso sossego impedindo-nos de dormir uma noite bem dormida.
Ultimamente, venho sofrendo desse mal. Sei que muitos devem pensar que não tenho mais idade para essas coisas afinal, paixão é coisa de adolescente. No entanto, o ser humano está propenso a ter paixões em qualquer idade durante sua vida e eu, não sou diferente de ninguém. Aliás, devo retificar aqui o que falei acima: não é recaída de amor e sim, recaída de paixão. Afinal, amor é algo bem diferente de paixão. Pelo menos, assim cantam em versos e prosas os poetas. Até hoje, só tive conhecimento das paixões. Amar...ainda não cheguei lá. E talvez nem venha a chegar pois amar não é para qualquer um não! Talvez eu ainda tenha muito o que aprender sobre sentimentos. Aprendi a amar meus pais, meus avós, meus irmãos, meus amigos mas ainda não sei o que é amar um homem. Acho que falta-me ainda um certo amadurecimento emocional porisso ainda não aconteceu esse tal amor. Mas, voltando ao assunto das paixões: conscientemente sei que não devo esperar nada desse sentimento que nutro por esse certo alguém, sei também que esse "certo alguém" só tem por mim, além de uma certa dose de atração física, uma vontade enorme de brincar com meus sentimentos. Afinal, grande parte dos homens (peço perdão aqui aos que não se enquadram nesse conceito) têm uma necessidade absurda de provar a si mesmo o quanto conseguem manter "cativas" e "reféns", algumas mulheres. Dessa forma, alimentam uma imaturidade e uma certa dose de insegurança que os impedem de se entregar por inteiro à um relacionamento sério, maduro e único. Nos faz sofrer reacendendo de tempos em tempos a chama da paixão que estava quase se apagando.
Que droga!! Pior é que por mais esclarecida que somos, caimos novamente nas doces lábias desses conquistadores. E sabe o que é ainda pior? Pelo menos no meu caso, não consigo ficar com raiva dessa criatura! Pode isso? Baste eu vê-lo e já reascende uma ternura, um carinho que me faz esquecer todo o resto. Freud explica? Jung explica? Lacan explica? Eu ainda não tenho explicação. Enquanto isso não acontece, vou curtindo isso de mansinho, sorrindo para a vida e aguardando dias melhores em minha vida emocional.
PS: Recado para você (certo alguém): POR QUE? POR QUE? POR QUE?

4 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Roseli,

Um Certo Alguém
Lulu Santos
Composição: Lulu Santos / Ronaldo Bastos

Quis evitar teus olhos
Mas não pude reagir
Fico à vontade então
Acho que é bobagem
A mania de fingir
Negando a intenção
E quando um certo alguém
Cruzou o teu caminho
E te mudou a direção
Chego a ficar sem jeito
Mas não deixo de seguir
A tua aparição
E quando um certo alguém
Desperta o sentimento
É melhor não resistir
E se entregar
Me dê a mão
Vem ser a minha estrela
Complicação
Tão fácil de entender
Vamos dançar
Luzir a madrugada
Inspiração
Pra tudo que eu viver
Que eu viver, uoh, uoh
E quando um certo alguém
Desperta o sentimento
É melhor não resistir
E se entregar

Beijos!
Alcides

Sonhos & melodias disse...

Alcides,
Amo essa música!!!!! E olha que nem me lembrei dela na hora da postagem. Valeu pela lembrança e pela visita sempre carinhosa.
Bjs

Daniel Savio disse...

Infelizmente, sempre tem alguém assim na nossa vida, sejamos homens, ou mulheres...

Mas por quê não tenta evita-lo?

Fique com Deus, menina Roseli.
Um abraço.

Sonhos & melodias disse...

Oi Daniel, a gente até que evita mas...parar de pensar é que são elas. Um dia aprendo.
Bjs