quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Blogueira cubana lança livro no país

Quando penso que já estamos em meados so século 21 e me deparo com esses fatos que ainda acontecem pelo mundo...ai meu saquinho!!!! Desculpem os mais reservados e refinados mas é muito difícil engolir essas atitudes tão arcaicas e no entanto, ainda tão presentes em nossa sociedade. Todo esse meu desabafo é pra falar sobre a pressão que a blogueira cubana Yoani Sánchez passa em seu país, Cuba. Leia a notícia:
(Notícia retirada do jornal O Estado de S.Paulo, 23/09/2009 - Flavia Tavares)
"Os cidadãos cubanos são como crianças. Precisam de autorização do "papá" para ir e vir", diz, ao telefone, Yoani Sánchez. "Comportei-me mal porque conto como vivemos em Havana." Para tentar tirar a autora do blog Generación Y do "castigo", senadores brasileiros mobilizam-se para pressionar o governo de Cuba a liberar o visto de Yoani e permitir que ela venha ao Brasil em outubro, quando a Editora Contexto lançará seu livro De Cuba com carinho. O movimento começou a partir de conversas do historiador e editor Jaime Pinsky com a Embaixada de Cuba no Brasil para formalizar o convite à autora para o lançamento. Mas a blogueira já foi convidada a visitar outros países e as autoridades cubanas nunca a liberaram. O editor procurou, então, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), "que é do governo brasileiro e amigo do cubano", para que ele intercedesse.
Para mim, é quase impossível conceber esse tipo de censura. Aliás, sou contra todo e qualquer tipo de censura principalmente com relação a expor suas ideias e pensamentos. Mesmo contra, sempre procurei respeitar as ideias alheias e, na medida do possível, conviver em harmonia com as mesmas. É nessas horas que me dou conta do quanto sou (somos) privilegiada(s) por viver em um país que, independente de todos os problemas que passamos, temos liberdade de ir e vir, de pensar e se expressar e poder colocar aqui numa mensagem o que penso. É isso! Não tenho mais o que falar, só posso lamentar por esse país ainda viver numa conduta tão atrasada e não permitindo que esses jovens cheios de planos para suas vidas fiquem reféns de uma ditadura que perdura ha tanto tempo e que fez o país parar no tempo. Para quem desejar conhecer o blogue de Yoani, acesse: Generación Y

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Infelizmente, é algo real, sendo quem realmente pode ajudar Cuba (alguém que os libertem e não instarem outro regime ditadorial)?

Fique com Deus, menina Rosile.
Um abraço.

A Palavra Mágica disse...

Roseli,

"LIBERDADE, AINDA QUE TARDIA"

Beijos!
Alcides