terça-feira, 20 de outubro de 2009

Panorama dos gastos com cultura do brasileiro

A falta de investimento em cultura dentro das famílias brasileiras não é nenhuma novidade pra ninguém. Basta olharmos para dentro de nossas próprias famílias para constatar o que acontece. Ou não. Digo isso porque venho de uma família que, apesar de pobre, sempre investiu em livros, discos, teatro, cinema, exposições e shows. Mas tenho familiares que acha isso um absurdo. Gastar dinheiro em livros? Em CD? Em DVD? Em shows? Nossa! Nem pensar!!!! Isso costuma ser bem comum em famílias de baixa renda afinal, até dá para se compreender que, um pai de família que ganha um salário mínimo, entre comprar um livro e um quilo de carne pra semana, não vai pensar duas vezes em comprar a carne. É questão de sobrevivência. E também de cultura. No entanto, conheço muitas famílias de alta renda que não costumam comprar nem livros, nem jornais, muito menos vão a teatro, exposições e shows. Compreende o que quero dizer? É cultural mesmo!
Esse é o pensamento da maioria dos brasileiros. Gastar dinheiro nessas coisas é bobagem! Toda essa minha afirmação é para comentar o resultado de uma pesquisa que saiu agora a respeito dos hábitos dos brasileiros e do quanto gastam com cultura. É certo que aos poucos, estamos melhorando mas, estamos ainda muito longe do ideal.
Baseei-me na nota que saiu no jornal O Globo, de 18/10/2009, matéria de Alessandra Duarte

Consumo de cultura do brasileiro desenvolvido pelo Fecomércio-RJ

Cultura em números: anuário de estatísticas culturais 2009

Nenhum comentário: