sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Morre J. D. Salinger

(Notícia retirada do Publishnews, 29/01/2010)
O escritor J. D. Salinger, autor de O apanhador no campo de centeio, morreu aos 91 anos em sua casa no Estado de New Hampshire, nordeste dos EUA. Salinger já foi considerado o mais importante autor americano pós-Segunda Guerra, entretanto ele se tornou avesso à fama, o que por ironia o tornou ainda mais famoso. O apanhador no campo de centeio é considerado mais do que um cult da literatura universal, um emblema de uma geração. O assassino de John Lennon, Mark Chapman, carregava um exemplar no bolso e pediu um autógrafo do ex-Beatle nele, quando atirou contra Lennon, em 1980. Depois, disse que a explicação para o que tinha feito estava nas páginas do livro. No Brasil, o livro é publicado pela Editora do Autor, que no ano passado lançou uma caixa com os três principais livros de Salinger. Além de sua obra-prima, incluia o volume de contos Nove estórias (1953) e uma novela entitulada Franny & Zooey (1961).

Um comentário:

Daniel Savio disse...

Neste caso, o J. D. Salinger não dever ter gostado de sua obra te sido usada como peça do ardil para matar Lennon...

E mesmo não querendo, ele teve uma vida plena...

Fique com Deus, menina Roseli Pedroso.
Um abraço.