domingo, 14 de fevereiro de 2010

Só para não passar em branco (Carnaval)

Quanto riso, ohhh! Quanta alegriaaaaaaaaa! Mais de mil palhaços no salãaaoooooooo! Arlequim está chorando pelo amor da Colombina, no meio da multidão!
Não quero parecer aqui uma saudosista daquelas que não aceitam o presente. No entanto, quando relembro o carnaval de outrora, da época em que fui criança e depois, ao adentrar a adolescência, quanta diferença!!
Quando me reporto aos tempos de meninice, onde brincava ao lado de meus primos e primas, colegas da rua onde morava, essa data era muito esperada e aproveitávamos. A brincadeira era saudável. Alegria pura. Hoje, meu barato é bem outro. Talvez pelas mudanças de visão sobre o carnaval, talvez por ter amadurecido, tenho outros gostos e vontade. Por exemplo: hoje, acordei cedo e resolvi ir pra piscina do clube. Coisa boa! Tomar sol a beira da piscina, ler um bom livro, ouvir música...Oh! Coisa boa sô! Não queria outra vida não!! Mas, de qualquer maneira, desejo a quem curte um bom baile de carnaval, uma ótima diversão. Pule, cante, dance, beba mas não se esqueça: moderação sempre. Ah! E se pintar aquela paquera gostosa de carnaval, não se esqueça: preservativo sempre! Afinal, todos queremos estar no próximo ano se divertindo novamente não é mesmo?

Um comentário:

Daniel Savio disse...

Menina cada o tem direito a escolher como vai passar o carnaval...

Só se diverti.

Fique com Deus, menina Roseli Pedroso.
Um abraço.