terça-feira, 18 de maio de 2010

Quel sugou minha energia?

Há uns anos atrás, li uma reportagem numa revista, se não me engano a revista Planeta, onde se falava sobre vampiros de energia. Na época achei engraçado esse termo e nem dei importância. No entanto, com o passar dos anos e vivência, percebo dia a dia que existem mesmo esses seres que nos roubam energia e que o simples contato e convivência com tais pessoas, nos deixam completamente estafados ao final do dia. Como meu trabalho é sempre em contato com o grande público, tem dia que saio da biblioteca mais parecendo um saco vazio. E pelo jeito, eu devo ser uma "doadora" de energia pois - é incrível - como pessoas problemáticas me buscam para desabafos, conselhos, orientações. Como convivo muito com adolescentes, e essa fase costuma ser muito problemática para a maioria, adicionado ao convívio turbulento de muitas famílias, esses jovens me buscam para desabafar, conversar e acabam por se apegarem a mim talvez movidos a muita carência afetiva. Se por um lado isso me é prazeiroso pois gosto do convívio e de me relacionar com todos, por outro lado, muitas vezes me estenua a tal ponto de precisar me encostar e ficar um tempo me recompondo. Quando vai chegando a época de tirar férias então, nossa!!! Se não me cuidar, adoeço. Como já aconteceu algumas vezes. E o tal olhar "seca pimenteira" ? Conhecem? Aquela pessoa que chega, olha e...deu-se o estrago!
Uma certa vez conheci uma mulher que tinha suas unhas todas ruidas e os dedos até deformados de tanto roer. Eu então, trazia unhas bem tratadas, pintadas e compridas. Sempre caprichava pois adorava ter minhas mãos bem cuidadas. Bastou um dia ela olhar mais atentamente para minhas mãos e fazer um comentário a respeito delas que, ao final do dia, de uma só vez, quebrei todas elas. Pode? E desde então, minhas unhas nunca mais foram as mesmas. Se é crendice ou não, se é lenda ou não ou, se existe um fundo de verdade nisso tudo eu não sei. Mas, como costumam dizer, o seguro morreu de velho e eu procuro sempre rebater "tais energias" negativas através de meu pensamento firme e positivo. Mas olha, tem dias em que estamos tão cansados, de guarda em baixa que simplesmente deixamos à mostra nosso lindo pescocinho e ...pronto! Imediatamente somos fisgados por um vampirinho qualquer. É como sempre fala alguém que não lembro quem:
- Sempre alerta! Sempre alerta! Vigilância sempre!
PS: Se ao término dessa história você se sentir fraco(a), cansado (a), sem energia, desculpa aí heim?! Pode ser que eu também seja uma vampira e nem tenha consciência, rsrs

22 comentários:

Mírian Mondon disse...

oi Roseli! Que bom passar por aqui e encontrar tanta novidade. Amei ver a foto da sua bonita familia com sua mãezinha. Que graça!
E essa historinha vampiresca heim?
Dei risada com seu humor, mas que tem um fundo de verdade tem. Meu pai falava algo interessante:"Para quem esta sempre se doando é preciso haver um reabastecimento de forças espirituais senão a fonte seca!"
É uma realidade, pessoalmente sinto a necessidade de me reabastecer diarimente, do contrário eu seco sem nem ao menos ter gente me olhando! rs
beijos

Celso Ramos disse...

Olá Roseli!!
Seu texto me parece apresentar dois tipos de pessoas. Aquelas que precisam falar com alguém, desabafar, trocar uma ideia e aquela que realmente carrega alguma patologia justamente porque quando precisou não tinha quem lhe desse atenção!!!!! Realmente tem gente que suga mesmo!!! Agente vive um tempo em que o numero de pessoas do segundo time, do qual me referi acima, cresce vertiginosamente como você muito bem relatou, constatado por meio de sua experiência diária. Todos temos necessidade de sermos escutados, o problema aparece quando não tem ninguém pra ouvir!!!
Ps. perdão mas esse negócio de colocar as letras é um saco!!

Manifesto Interno disse...

Oi Rose li!

Tema interessante da sua postagem,
sempre penso nisso, pois trabalho com estética corporal e estou sempre em contato com pessoas,
é impressionante como essa história é real,
tenho minhas formas de fechar os
canais para que eu não receba tais
influencias, mas nem sempre consigo,

Vi seu comentário no blog da minha irmã Mírian sobre o poeta Mia Couto, disse que o conheceu pessoalmente,- que privilégio -

Por acaso vc teria referencia de algum site contendo os poemas dele? Já dei uma pesquisada no google, mas não encontrei muita coisas..

Abraços,
Ester
.~.~.

Georgia disse...

Ro, acho sim que existem pessoas que nos sugam. Mas tb acredito que a partir do momento que a gente vê que estamos diante de uma pessoa assim, o tal do mal olhado se quebra e perdeu toda a sua forca porque nos foi revelado.

Suas unhas vao crescer novamente, acredite em você.

Um beijao

Pedrita disse...

muito antes de falarmos em vampiros de energia já ouvia alguém dizer q qd visitamos um doente em um hospital precisamos ir recarregados pq a pessoa precisa da nossa energia e força e sempre voltávamos mais cabisbaixos, descarregados. acho q há pessoas q nos dão essa sensação qd vamos embora. e quem trabalha com público troca muita energia, pode ficar tb mais descarregado ou disperso. beijos, pedrita

evipensieri disse...

Oi Roseli.

Durante muito tempo fiz atendimento ao público, lá na biblioteca. Tinha dias que chegava em casa com um cansaço sem fim e às vezes já começava a bocejar durante tarde (e não era sono de noites mal dormidas ...)

Temos que prestar atenção nessas trocas de energia.

Bjs.
Elvira

O que elas estao lendo!? disse...

Oi menina, temos entrevista e sorteio no blog.

Um beijao

Francy´s Oliva disse...

Bom dia Roseli, menina há momentos que nem o pensamento positivo com essas pessoas funciona, rs.
Mas, temos que desencanar e não deixarmos esta energia atingir.
Bjs.
Sabe adoro flores principamente rosas e angelicas pois, quando as colocamos ao nosso lado o seu aroma invade o espaço e as pessoas muda de foco.

Sonhos & melodias disse...

Oi Mirian,
Sempre bom te receber por aqui.
Bjs

Sonhos & melodias disse...

OI Celso,
Também acho isso um saco. Fazer o que né? rsrs
Bjs

Sonhos & melodias disse...

Oi Ester,
estou muito feliz de te receber por aqui. Ainda mais depois de tanto tempo. O texto de Mia Couto é demais mesmo. Vou pesquisar e depois te passo o que achar ok?
Bjs

Sonhos & melodias disse...

Oi Georgia,
Ainda bem que elas (unhas) já de refizeram. Ainda bem né? Obrigada pela visita.
Bjs

Sonhos & melodias disse...

É Pedrita,
Esse negócio de energia é coisa séria mesmo. Porisso temos de nos cuidar pra valer.
Bjs

Sonhos & melodias disse...

Oi Elvira,
Você que já teve experiência sabe do quanto nos desgastamos não é mesmo?
Porisso a necessidade de nos cuidarmos tanto do corpo quanto do espírito através de bons pensamentos, lazer, ter outras atividades.
Bjs

Sonhos & melodias disse...

É Francy's
As vezes nem pensamento positivo vale até mesmo porque, as vezes nos falta um foco maior, uma interação mais profunda com o universo para rebatermos tudo isso. Um dia a gente aprende.
Bjs

jefhcardoso disse...

Olhe, a mehor maneira de tratar é procurando um vampirologista, a consulta é cara, os remédios também, e ha grande possibilidade dele querer lhe implantar uma estaca no peito, mas vale a pena.


ah! e faça o teste da água benta. é infalível. (sorrio,pois brinco).

Grande abraço do Jefcardoso do http://jefhcardoso.bogspot.com

Sonhos & melodias disse...

Ok, Ok! Humor é sempre fundamental! Valeu pela visita e pelo comentário. Volte sempre!

jefhcardoso disse...

Sonhos, fico feliz que tenha ido ao meu blog e também gostado de meu comentário humorístico.

Abraço e um ótimo final de semana: Jefhcardoso

Lunna Guedes disse...

Eu sempre achei que as pessoas nos sugam se a gente permitir que isso aconteça. Outro dia mesmo, estava voltando da Paulista e comecei a sentir um sono enorme dentro do ônibus. Não tive dúvida, liguei o som nas minhas orelhas e pronto.
Sei lá, sempre acreditei em barreiras naturais. rs
Beijos

Sonia H disse...

Nossa, Roseli, essa das unhas, eu fiquei pasma.. São mistérios... mas quando eu era ainda adolescente e vivia com meus pais, eu presenciei algo que me deixou assim chocada e com a 'pulga atrás da orelha', sabe.....
Nós havíamos mudado para uma casa nova e fizemos um grande almoço para apresentar a casa aos amigos. Um tio meu levou uma 'conhecida' dele que ao ver a avenca no vaso da minha mãe, elogiou tanto, que ao longo do dia, aquele planta exuberante e linda encontrava-se seca e toda murcha. Ficamos todos pasmos com aquele situação.Nunca havia visto coisa igual. A planta estava linda, verdinha e de repente murchara toda....
Por isso, pelo sim pelo não, temos de tomar precauções sim, nossos pensamentos precisam estar em estado de alerta para não 'murcharmos' também.
Beijos para você,

Sonhos & melodias disse...

É Lunna, depende de nós levantarmos essa barreira. Mas as vezes é quase impossível.
Bjs

Sonhos & melodias disse...

Oi Sonia,
É isso mesmo! E se murcharmos, estamos perdidos. Obrigada pela visita.
Bjs