segunda-feira, 19 de julho de 2010

Buenos Aires, voltarei!



De volta à normalidade de uma vida cotidiana. Após alguns dias em Buenos Aires onde pude conferir de perto o charme, a beleza e o frio dessa cidade. Mas, comecemos pelo início.
Domingo após almoçar, segui direto para o aeroporto. Cheguei cedo pois a recomendação é que sempre se chegue mais cedo afinal, nunca sabemos o que vamos encontrar. Tudo é imprevisível.
Fomos direto para o check-in e foi até rápido...Lêdo engano!! Fomos avisados de que o check-in da nossa companhia seria do outro lado e fora do aeroporto. Tuuuuuuuudddooo bem!!! Lá fomos nós, alegres e saltitantes mal sabendo a aventura que seria iniciada. A fila não estava tão grande e, otimistas, ficamos a jogar conversa fora, tirar fotos, rir muito. Até que a coisa começou a mudar de figura. A fila cresceu de forma absurda e nem havíamos saído do lugar ainda. Meu amigo foi até lá no balcão para saber o que acontecia e verificou que tinha apenas dois operadores para atender a todos. Mas mesmo assim, por que não andava a fila? Por que a demora? Mistério!!!
Quando finalmente após cerca de cinquenta minutos chegou a nossa vez de sermos atendidos, tivemos a informação de que nossos assentos ficariam separados pois era o que havia sobrado.
Arrê!!! Pra não dizer outra coisa! Tuuuuuuuudddoooo bemmmmmm!!!!
Engolimos a seco essa informação e fomos para a área de embarque. Chegando lá, mais fila. Então decidimos tomar um cafezinho antes de embarcar afinal, sou movida a cafeína e não havia tomado nada ainda naquele dia.Após uma viagem de 2h30 chegamos a Buenos Aires.
Só que lá,mais filas, mais demora e ao sairmos do aeroporto, já eram quase meia-noite, estava tonta de fome e frio e um tanto irritada com toda essa demora. Seguimos direto para o hotel e chegando lá, após nos instalarmos, saímos em busca de algum restaurante para jantarmos.
Tivemos uma grata surpresa ao nos depararmos com um restaurante charmoso La Posada de 1820 e saboreamos um delicioso prato regado a um vinho maravilhoso. Descontraí totalmente. Dia seguinte, acordamos cedo para aproveitarmos bem o dia.
Seguinte: não vou narrar por aqui passo a passo do que foi a viagem mas, o que posso garantir é que viajar ao lado de pessoas tão alto astral é bom demais!!! A cidade, apesar de estar um pouco decadente devido a crise econômica que vem passando, ainda mantém sua beleza, sua majestade e charme que seduz a todos que por ali passam. No entanto, não há viagem que se salve se não tivermos boa companhia não é mesmo? E vocês meus amigos queridos, foram maravilhosos!!!
Valeu as horas de andanças (Rick, minha panturrilha ainda dói), valeu as boas risadas e alto astral (Nice e Eri). Queridas precisamos estender isso aqui agora em Sampa! É como sempre digo: viajar é bom demais! Conhecer pessoas diferentes de seu círculo de amizades (Ronaldo carioca simpatisíssimo e Sergio, garçon portenho pura alegria), entrar em contato com outras culturas, ver outras paisagens, enfim, retorno mais feliz, mais enriquecida e pronta para encarar o resto do ano! PS: Não consegui ir a nenhuma apresentação de tango,muito menos aproveitar a programação cultural da cidade portenha. Não faz mal. Isso só serve de pretexto para voltar novamente quem sabe agora, no verão.

3 comentários:

Ana disse...

Tô indo pra lá, semana que vem.
Vc vai publicar dicas de compras e passeios?
Eu adoraria!
Beijos!

Sonhos & melodias disse...

Oi Ana! Não havia pensado nisso mas me deu uma boa ideia! Vou pensar com carinho e ver se coloco algumas dicas legais.
Bjs

Mírian Mondon disse...

Roseli, que delícia, imagino como deve ter sido especial essa viagem!
Fico feliz que tenha curtido as ferias em bons lugares e em boa companhia!

beijos