sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Blog Action Day 2010 - Água


Fala sério! Quem que ao final de um dia quente, não gosta de chegar em casa e tomar aquele copo de água para matar sua sede? E depois de um dia exaustivo enfrentando o trânsito e a rotina do trabalho, quem não gosta de chegar em casa e tomar aquela ducha relaxante para desestressar e tirar o cansaço do corpo? Todo mundo não é mesmo? Só que essas pequenas regalias têm um
preço. Aliás, ultimamente um preço bem alto.
Em todo o planeta, mais de um bilhão de pessoas não tem acesso adequado à água potável. Outro fator que pesa é o preço aceitável para ter acesso à essa água. Sem possibilidade de ter acesso à essa água, muitos povos sofrem com várias doenças derivadas da água ou da falta dela. E o número de mortandade é alto.
Vivemos hoje, um impasse: ou nos conscientizamos da sua importância para a sobrevivência de todo ser vivo ou pereceremos em pouco tempo. A sociedade vive hoje numa louca fase de consumo onde se renega questões ambientais como a água, o desmatamento, a poluição e, por conta disso, já estamos pagando um preço muito alto através das inúmeras catástrofes naturais ocorridas em diversas partes do planeta. A expansão das cidades é outro fator que tem contribuído bastante para a escassez dos recursos hídricos.
No entanto, o maior consumidor de água do planeta é a agricultura. Mais de 70% do total dos recursos, 90% em certos países como o Egito. Bem sabemos que a alimentação mundial é fator também importante. Contudo, os países e seus governos carecem de desenvolver estratégias para que esses dois pontos sejam resolvidos a contento. Para se ter uma boa alimentação, necessita-se da água para a irrigação do plantio. Mas, se quisermos continuar a se alimentar, temos de preservar a água no planeta. Como resolver esse problema? É uma questão a se pensar em conjunto. São questões que ultrapassam o setor econômico e se espalha pelo social. A desigualdade social que impera em todos os países gera uma desigualdade também na distribuição da água e de seu uso. Outro problema a ser repensado e descobrir estratégias de uso: a exploração dos aquíferos. Num ritmo alucinante, estamos retirando água desses aquíferos de forma desregulada. Isso tem gerado sérios problemas como por exemplo: em algumas áreas litorâneas, retirou-se tanta água doce dos aquíferos que a água salgada começou a penetrar neles, deixando os poços salobros e imprestáveis. Em alguns lugares, como a Cidade do México, o esvaziamento de aquíferos provocou graves afundamentos da terra. Com toda essa escassez de recursos hídricos, está aumentando as tensões políticas entre países e, dentro deles, e também entre as comunidades os interesses comerciais. A pergunta que não quer calar: O que fazer então? Quais os caminhos que devemos seguir e que procedimentos devemos tomar? Em primeiro lugar, acredito que venha a ser a conscientização de cada um sobre como utilizar esses recursos. E não apenas pensar em si próprio mas em toda a comunidade. Esse talvez seja o primeiro e mais importante passo a ser tomado. Em seguida, a mobilização de toda uma sociedade rumo a pesquisas e descobertas de estratégias para controlar tais recursos. Não são atitudes fáceis de se tomar no entanto, se quisermos preservar a vida nesse planeta, talvez seja o único caminho a ser seguido. Ah, não esquecendo também, a boa vontade de todos para se privar das inúmeras regalias em prol da maioria ou , talvez melhor dizendo, da minoria que tanto carece e tão pouco recebe. Este texto faz parte da Blogagem Coletiva Mundial Blog Action Day 2010 que promove anualmente debates sobre diversos assuntos relacionados ao bem estar no planeta e que esse ano optou pelo tema Água.
Bibliografia pesquisada e sugestão de leitura:

CAMDESSUS, Michel. BADRÉ, Bertrand. CHÉRET, Ivan. TÉNIÈRE-BUCHOT, Pierre-Frédéric. Água: oito milhões de mortos por ano. Um escândalo mundial. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2005.

CLARKE, Robin. KING, Janet. O atlas da água: o mapeamento completo do recurso mais precioso do planeta. São Paulo, Publifolha, 2005

8 comentários:

Bia Bernardi disse...

Causa absorvida, Roseli!
No meu blog já postei e divulguei as postagens!

http://omundoemumajanela.blogspot.com/2010/10/blog-action-day-2010-agua.html

Bêju!

Natureza e Paz disse...

Olá Roseli,

Só em pensar que temos tanta água nesse nosso país abençoado e saber que existe nesse mundo por aí com falta de fontes d'águas. É uma tristesa.

Agradeço sua visita pelo Natureza e Paz.

Seja muito feliz em sua vida!

Abraços
Carlos

angelina maria pereira disse...

É verdade que nós somos felizardos e nem sempre temos noção disto! Eu nasci em Moçambique e conheço o drama da falta de água potável e as secas prolongadas! Temos todos de diminuir nossa pegada! Bj

chicoelho disse...

Olá Roseli
Parabens pelo blog e pela postagem tambem,voltarei com mais calma para ler as outras materias.

abraçothymosc

claudete disse...

Muito bem colocados todos os pontos abordados na postagem . A conscientização da importância da água é relevante se considerarmos a inexistência da vida sem a mesma.Em alguns países já se realiza o cultivo manejável com reaproveitamento da água. Também já se trata até a água dos esgotos transformando-a em água potável para o consumo humano. Nós que somos privilegiados , temos obrigação de preservar nossos mananciais . Moro numa região onde a exploração de água mineral exarcebada poderá levar à diminuição destas fontes e já existe uma política de controle ambiental para inibir os excessos. Importante este alerta através desta Blogagem coletiva. Beijos.

Daniel Savio disse...

Há forma de irrigar que não necessitem de tanta água, por exemplo colocar palha sobre aonde emerge o caule da planta, pois devido a palha a umidade do solo fica rendendo, fora outras coisas mais.

A nivel pessoa, temos de atuar de forma econominar águar, como aproveitar água da chuva para regar quintais, lavar a casa e etc.

Fique com Deus, menina Roseli Pedroso.
Um abraço.

O que elas estao lendo!? disse...

Oi Roseli, Tudo bem?

você que gosta de ler, temos hoje uma super dica lá no blog.

Te esperamos lá para saber a tua opiniao.

Um abraco da equipe do O que elas estao lendo.

Francy´s Oliva disse...

Boa tarde, Roseli gostei do post acredito se cada um fizer a sua parte alguns problemas serão resolvidos.
bjs