segunda-feira, 13 de junho de 2011

Pessoa sempre

Não dá pra deixar passar essa data como se nada tivesse de significante. Hoje, além das inúmeras comemorações do dia de Santo Antonio, também se comemora a data de nascimento daquele que foi e ainda é considerado um grande escritor da língua portuguesa. Falo de Fernando Pessoa que, se vivo, completaria 123 anos. Figura ímpar na literatura não só portuguesa mas com certeza mundial, deixou-nos uma obra única, linda, profunda. Fica aqui então essa pequena homenagem a ele que com o passar dos tempos, passei a admirar mais e mais.

Isto

Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não.
Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coisa é que é linda.

Por isso escrevo em meio
Do que não está de pé,
Livre do meu enleio,
Sério do que não é.
Sentir? Sinta quem lê!

3 comentários:

Lu disse...

A loucura tem nome e sobrenome, não é mesmo? E como é delicioso beber dessa loucura tão saudável aos olhos e a alma. Bacio carissima

Ps. Concordo com vc, precisamos combinar um encontro lá pelas bandas da Mário. rs

Georgia disse...

Rô manda entao o teu desafio literario, porque estaremos colocando lá no blog até o dia 22 e depois seguiremos em programacao normal, reservei uma data pra vc.


Tô doida pra saber tuas dicas porque sei que vc lê muito e coisa boa.


Bjao

Mariane Braga disse...

Olá! Quero divulgar meu novo blog: http://blogcognicao.blogspot.com/

Espero sua visita! :)