domingo, 2 de outubro de 2011

Meme Literário de um mês 2011 - Dia 2

Qual foi o último livro que leu e qual é o próximo livro que lerá? Fale um pouco sobre eles.
No semestre passado, fui a um lançamento de livro de um amigo de minha irmã na Livraria da Vila, da alameda Lorena. Como a bibliotecária que vive em mim nunca descansa, lá fui eu dar uma olhada nos livros em destaque. Anotei alguns títulos interessantes e entre eles, esse do qual vou falar um pouco.
O livro faz parte da série Estante Policiais Paulistanos da editora Global e se chama As cores do crime, do escritor e jornalista Pedro Cavalcanti.
Sinopse:
Com seu gosto por histórias que envolvem crimes, o autor, que já foi enviado especial em três guerras pela revista Veja, inicia o romance com a frase "Sempre acreditei que a desgraça, como as feras noturnas, só ataca de emboscada", que dá início à arrancada desta história policial passada no bairro da Vila Madalena, na capital de São Paulo. Na pior
hora da madrugada, o narrador recebe um telefonema de Elisa, com quem teve um caso mal resolvido e mal cicatrizado. "Bonitinha, mas ordinária", como toda mulher fatal que se preze, ela apresenta um pedido irrecusável: acompanhá-la na formalidade de reconhecimento do cadáver do marido. Quando se abre o gavetão refrigerado no Instituto Médico Legal, surge a primeira surpresa dessa trama, na qual um grupo de amigos afastados pela vida se reencontra em meio aos ingredientes do gênero, como dinheiro de origem suspeita, desaparecimentos, delegados indecifráveis, e alguns crimes ao vivo e em cores. Tudo isso alimentado por amizades sinceras e, é claro, uma dose insensata de paixão. Tratando-se da Vila Madalena, a mistura de personagens inclui desde mendigos e guardas de rua até frequentadores de padarias, bares de boemia e vernissages onde mecenas são assediados por picaretas e artistas fracassados. Quando entre eles surge um talento de verdade, as coisas começam realmente a se complicar.

Trecho do livro:

"Essa mania pelas cores da Mata Atlântica coincidiu com o meu caso com Elisa e até hoje não consigo separá-los muito bem. Disse o meu caso, mas seria talvez falar do nosso caso, pois todos os quatro caímos ao mesmo tempo na rede do seu encanto. Sobretudo eu e Albano, mas também Miguel e Danilo...

Qualquer um de nós que se aproximasse dela era imediatamente atraído pelo campo gravitacional de seu charme."

O enredo do livro achei bem interessante mas li até o final e terminei o livro com uma sensação de que faltou algo que de momento não soube entender o que. Mas depois, pensando melhor, vi que o que faltou para que a trama deslanchasse bem foi justamente as cores do conflito mais bem trabalhado. Afinal, uma boa história tem que ter um conflito bem desenvolvido. Caso contrário, fica uma coisa morna que não nos toca pra valer. Mas, de qualquer forma, é uma boa leitura. É só não esperar algo mais espetacular.

Próxima leitura:

Por motivos digamos pedagógicos, pretendo iniciar a leitura do livro
Era uma vez minha primeira vez, de Thalita Rebouças, editora Rocco.
Na biblioteca onde trabalho, ela é uma autora do momento, assim como a escritora norte-americana Meg Cabot. As queridinhas das meninas.
De tanto ver as alunas a procura dos livros dela, decidi dar de presente pra minha sobrinha que adora ler. Mas como a temática toca na primeira experiência sexual de uma jovem, decidi dar uma lida antes para ver se está tudo bem. Não pretendo aqui bancar a censora de leitura, muito pelo contrário, sou totalmente contra essa atitude. No entanto me acho no dever de ler e saber como é a história até mesmo para poder sugerir como leitura para outras adolescentes.

2 comentários:

Luciano A.Santos disse...

Olá Roseli,

Nem me fale, é mesmo tanto a se ler um tempo tão curto... Adorei a dica da série policial publicada pela Global, não a conhecia, vou buscar ler algo mais sobre ela, também adoro romances policiais.

O meme está se mostrando uma brincadeira divertida, acho que conseguirei passar pelos 31 dias ;)

Grande abraço.

Tatá disse...

Oi Roseli,

Incrível como quase todos os blogs que visitei falam de livros com temática policial.

Estou começando a ficar curiosa!!!

Bjinhos