quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Meme Literário de um mês 2011 - Dia 6


Quem (ou o quê) te inspirou amor por livros?
Conte como foi

É até difícil definir quando ou quem me inspirou o amor pelos livros. Isso é tão remoto mas vamos tentar lembrar. Talvez o primeiro incentivador da leitura tenha sido meu pai. Mesmo sendo ele um simples pedreiro e com seus parcos estudos até a terceira série do antigo primário. Mas mesmo tendo tão pouco estudo, papai gostava muito de ler gibis e sempre que dava, trazia um pra casa e após o jantar, sentava conosco e lia umas histórias pra nosso deleite. naquela época não tínhamos ainda televisão (que benção foi para nós) e assim,nosso passa-tempo era a leitura e contação de histórias ou "causos". Papai era ótimo contador e sempre tinha uma história engraçada de sua infância para relatar. Meus avós também eram ótimos nisso. Já crescida, tive um professor no cursinho que era um amante da literatura brasileira e sua paixão me contagiou. Foi através dele que conheci as obras de Lygia Fagundes Telles e Fernando Sabino. Ao começar a trabalhar numa biblioteca escolar, tive o privilégio de conhecer uma profissional vista por muitos como uma verdadeira megera pois ela era bem rígida. No entanto, foi através dela que despertei de vez para o gosto pela leitura. Ela era extremamente culta e sempre nos finais de tarde dava uma pausa em suas tarefas diárias e vinha conversar com a equipe. Nessas conversas ela sempre falava sobre os escritores que gostava e dos livros prediletos e sempre dizia que nós, bibliotecárias não podíamos deixar de conhecer tais obras. Ítalo Calvino, Saramago, Noah Gordon, James Joyce, Virgínia Wolf,e também os escritores brasileiros que ela tanto amava: Machado de Assis, Josué Montello, Fernando Sabino, Carlos Drummond de Andrade entre outros. Esses foram meus mestres e só tenho a agradecer por tudo o que recebi pois hoje além da leitura ser parte de minha vida profissional, ela também é parte fundamental de meu lazer. Tornei-me um ser humano melhor.

Essa postagem faz parte do Meme Literário promovido pelo blog Happy Batatinha

5 comentários:

Lissa disse...

Nossa, gostei muito da forma como vc escreveu o post. ^^
Um dos meus maiores desejos é ter uma biblioteca imensa só de livros diversos e mapas (coisa do meu noivo) para deixar para os meus filhos, por isso guardo todos os livros que leio!
Meus pais me incentivaram muito a ler gibis (era baratinho), Turma da Mônica era constante na minha vida, principalmente em viagens da família! :D

Crys Leite disse...

Concordo qdo vc diz que se tornou uma pessoa melhor através da leitura, pois comigo acontece o mesmo. Através dos livros e de suas história me torno uma pessoa melhor! Beijos.

Luciano A.Santos disse...

Roseli,

Fomos privilegiados por termos tido o pai que tivemos. Com certeza a leitura nos enobrece, nos faz evoluir como pessoas.

Adorei o post. Beijo.

Erika disse...

Sabe, Roseli, eu sempre tive vontade de trabalhar em uma biblioteca. Que pessoa privilegiada você é! Tantas boas influências e oportunidades surgiram em seu caminho para os livros, não? Um beijo.

Kelly Marques disse...

Oi Roseli!
Uma graça o seu post!
Apesar dos incentivos de ler muitos gibis na infância e livros de estorinhas infantis, minha paixão pela leitura veio tardiamente. Mas veio rs
Beijos!