terça-feira, 18 de outubro de 2011

Meme literário de um mês - Dia 18

Aprendi a gostar de literatura juvenil por força da profissão. Afinal, precisava me inteirar das histórias para poder sugerir e trabalhar com os alunos. E acabei descobrindo um mundo fantástico! A literatura juvenil é tica e diversificada. Um dos livros que li e amei foi a série Desafio e série Ilha, de Gordon Korman. Outra série bem divertida e interessante é Retratos de Família com os seguintes títulos: Rosa permanente, A estrela de Índigo, Caddy para sempre e O anjo de Saffy, da autora Hilary McKay. Um nacional muito bom é O mistério das aranhas verdes, de Carlos Heitor Cony e Anna Lee. O incrível livro de hipnotismo de Molly Moon, de Georgia Byng me fez dar boas risadas e teve continuações. Stardust de Neil Gaiman e Charles Vess é bom demais. Tanto que virou filme. O duelo, de David Grossman também me surpreendeu. Já falei sobre alguns deles aqui em meu blog.
Agora um livro que sempre recomendo principalmente para quem curte aventura e animação é o livro A invenção de Hugo Cabret, de Brian Selznick. Livro lindo, visual surpreendente e uma história bem legal. Ihhhhh!!! Poderia ficar falando aqui por horas e horas dos vários livros juvenis e até alguns infantis. Vale a pena ler esse gênero. Isso sem falar na série Harry Potter que foi uma gratíssima surpresa pra mim. Li todos, virei fã e até sentava com os alunos pra discutir a série e seus personagens. Bom demais!
Esse texto faz parte da blogagem promovida pelo blog Happy Batatinha

Nenhum comentário: