terça-feira, 19 de junho de 2012

Lançamento de livro e show de boa...não Excelente música! Final de semana mais que perfeito!

Sábado tive um final de tarde, começo de noite muito bom. Fui ao lançamento do primeiro livro de meu querido amigo Plinio Camillo. O lançamento foi em um local que pra mim, também já virou referencial de cultura: o Espaço Mundo Mundano. O título do livro de Plinio, O namorado do papai ronca já é curioso de cara. No metrô, de volta para casa, comecei a leitura e já estou me deliciando. Uma sugestão de leitura mais que aprovada.

Sinopse:

Um thriller que acompanha seis meses bastante especiais de um adolescente que vai morar uns tempos com o pai no interior. O novo livro é mais um projeto resultante da parceria com o Instituto Cultural MundoMundano. O namorado do papai ronca, romance de estreia de Plinio Camillo, inova no estilo ficcional ao trazer diálogos e personagens em linguagem social web: conversas instantâneas por Skype ou Messenger e perfis de redes sociais são utilizados para contextualizar conversas e apresentar figuras do livro. O título provocativo, segundo o autor, “nos faz refletir indiretamente sobre a questão homoerótica, uma vez que o pai relacionar-se com outro homem é o menor dos problemas do menino”. Dante, o protagonista da história, é um garoto de 12 anos, inteligente, articulado e louco por futebol. O namorado do papai ronca foi selecionado no Concurso de Apoio a Projeto de Primeira Publicação de Livro no Estado de São Paulo do ano passado (AutoresProAC Edital nº 32/2011).

Passei algumas horas num bate-papo delicioso com amigos, regado a um bom vinho. Voltei pra casa satisfeita.

No domingo, fui assistir ao show de Pedro Mariano no Sesc Osasco. Pertinho de casa. Coisa boa! Lá encontrei também colegas de show que curtem demais o som desse cantor e sua banda.
Aqui preciso fazer uma observação: quando Pedro iniciou a turnê desse seu último trabalho, fui ao seu show e fiz uma postagem sobre ele. Leia aqui
Nessa postagem deixava claro que não tinha me agradado muito. Até pensei em dar um tempo nos shows de Pedro. Mas, quem é fã, é fã e p
onto. Não resisti. Estava com saudades dele e sua banda e lá fui eu ao Sesc.
Da hora que eles entraram no palco até terminarem o bis, entrei numa sintonia louca e maravilhosa com as músicas, o instrumental perfeito e a interpretação e presença de palco de Pedro que está superando qualquer expectativa que ainda tinha. Sua voz está divina, cristalina, segura. Sua interpretação então nem se fale. Está tocante. Ele
interage cada vez mais com seu público tornando o show delicioso. Todos se sentem numa grande confraternização e uma grande família. Teve alguns momentos durante o show que simplesmente não segurei a emoção e confesso que chorei. Chorei de alegria por poder estar lá e constatar o quanto gosto desse cantor. Chorei por ter o privilégio de acompanhar sua carreira desde o início quando Pedro praticamente ainda era um rapagote. Chorei por lembrar o quanto ele vem batalhando e reafirmando cada vez mais que ele ama o que faz, é feliz por proporcionar alegria às pessoas que vão ao seu show. E que, por acreditar nesse projeto de música e não se vender ao sistema e às mídias viciadas em qualquer coisa, ele mata sempre um leão por dia. Mas isso é gratificante para todos. Principalmente para seus fãs que, como ele, gostam da boa música popular e não isso que temos ouvido massivamente pelas rádios de todo o país. No meio de tanta coisa boa, somente uma deixou a todos um pouco triste e ao mesmo tempo feliz em ver que uma pessoa que tanto gostamos seguirá realizando projetos musicais. Leandro Matsumoto. Baixista de Pedro há dez anos fez seu último show ao lado da banda. Seguirá um outro projeto musical que, com certeza terá sucesso pois Matsumoto é um músico como poucos. Parabéns Matsu! Sucesso nessa nova empreitada. E continuaremos nos esbarrando pelos palcos da vida. E...Pedro querido, deixo aqui minhas desculpas. Retorno como o filho pródigo ao lar. Ao lar da boa música brasileira ouvindo você, que tanto bem me faz aos ouvidos e a alma. Aqui me tens de regresso.

Fotos do show de Pedro: Fatuca Ferreira

3 comentários:

pliniocamillo disse...

Roseli, você encantou e abrilhantou a tarde/noite

Muito obrigado!!

Roseli Pedroso disse...

Foi um prazer ter estado lá ao lado de tantos queridos. Sucesso!

Neli disse...

Oi Rose, tudo bem...texto bem diferente do dia 04/02 (rs rs). Ah! Fiquei curiosa com o livro
bjs