sábado, 18 de agosto de 2012

Cabelos, cabelo, cabelo-belo, elo


Vira e mexe, entro em crise com meus cabelos. Isso costuma ser bem comum entre a maioria das mulheres. Cabelo, para mim, é muito importante. Gosto de cuidar, cortar, mudar a cor sempre que me canso da atual. Certa vez li, não me lembro onde e nem quem escreveu, que mulheres que vivem mudando seus cabelos é porque têm problemas com sua auto-estima. Na mesma hora, parei, refleti e cheguei a seguinte conclusão: Só podia mesmo ser um homem para ter tal definição. Problema de auto-estima, é quando você não consegue se enxergar e logo, não dá a mínima para sua imagem. Torna-se desleixada, mal cuidada, feia. Para mim, quem cuida de seu corpo e de sua aparência, está se amando e se respeitando. É claro que não podemos colocar nesse patamar, aquelas que ficam cegas diante de si e passam a extrapolar o bom senso fazendo loucuras para manter sua aparência. Aqui, falo das que sofrem de certas disformias mas aí, já é outra questão. Desde criança que sou vaidosa. Gosto de me arrumar, me maquiar, escolher roupas de boa qualidade, sapatos então! São minha perdição! Já cheguei a ter centenas! Sério! Tenho verdadeiro fetiche por sapatos de qualidade. No entanto, com o passar dos anos, até nisso mudei. Hoje quero conforto acima de tudo! Salto alto, só muito de vez em quando. A coluna grita. Passei a usar mais tênis e de preferência, tênis confortável, que abraça meus pés. Mas, voltando a falar dos cabelos, comecei a divagar sobre eles justamente por estar entrando em crise novamente com os coitados. Amei ficar com minhas madeixas vermelhas mas já estou me cansando delas. Quero mudar a cor novamente mas...Qual? O corte também me cansou. Quero outro mas...Qual? Usei durante mais de vinte anos corte curto. Todos os estilos até mesmo os cortados a navalha e máquina quase zero. Depois me cansei e resolvi voltar a ter meus cabelos mais compridos. Na realidade, o médio pois cabelos compridos mesmo nunca tive. Nem na minha infância. Enfim, sabem o porque de toda essa reflexão sobre eles? Os cabelos? Simples. Estou entrando em crise como já mencionei acima e quero mudar. Mas novamente a pergunta que nunca se cala: Qual cor? Que corte? Óh! Dúvida cruel!!

Nenhum comentário: