terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Tirando o pó e (re)encontrando coisas


Ontem tirei a tarde para fazer uma faxina que, no final, não saiu. Estava decidida a abrir espaço em meu quarto que anda um tanto quanto entulhado de coisas que têm me incomodado bastante. Olhei para o móvel onde tenho a TV e vi que um aparelho de video estava ocupando um espaço valioso. Esse aparelho faz um bom tempo que estava desligado da TV só servindo de suporte para pó. Pensei: Vou mandar embora ele e todas as fitas em VHS que ainda tenho e que estão também cultivando pó na estante da sala.
Fui até a sala dar uma olhada nas fitas...Vi que não tinha assistido a vários filmes. Vi que tinha filmes que já tinha assistido mas que queria ver de novo.
Conclusão: instalei novamente o aparelho na TV do meu quarto, selecionei alguns filmes e lá fui eu voltar no tempo e rodar VHS. Assisti o filme nacional Pequeno Dicionário Amoroso, com Andrea Beltrão,Daniel Dantas, Tony Ramos e Mônica Torres, de Sandra Werneck.
Uma comédia romântica leve, despretensiosa, deliciosa que não canso de assistir. Andrea e Daniel estão ótimos no casal que nos mostra o passo a passo de uma relação. Ainda conta com uma trilha sonora maravilhosa com Ed Motta e sua bela voz além da paisagem deslumbrante do Rio de Janeiro.
Como sou uma romântica assumida, tenho essa história como uma de minhas favoritas seguida de Amores Possíveis, também de Sandra Werneck, com Murilo Benício e Carolina Ferraz.Mas o número um da minha lista, que não me canso de assistir mas que já há algum tempo não revejo: Harry e Sally. A-DO-RO!
Esse filme em breve assistirei e matarei saudades. Atuações excelentes, trilha sonora divina. Ai como é bom!
E a faxina? Ah! Fica para um outro dia.


3 comentários:

Pedrita disse...

eu falava com minha mãe esses dias sobre os nossos vhs, eu não tenho mais o aparelho. só os vídeos. beijos, pedrita

Luma Rosa disse...

Cuide bem desse aparelho!! Me desfiz de todos os VHS que não fossem filmagens da família ou viagens e agora preciso digitalizar para poder assistir, pois não consigo mais comprar um aparelho que rode as fitas. Ah, e soube que as fitas precisam de manuseio sempre, bah!!
Amores Possíveis... não assisti o filme, mas li o livro com o roteiro do filme, de Paulo Halm.
Roseli, um rico e santo natal para você e sua família, cheio de alegrias e afeto!!
Beijus,

Elvira disse...

Oi Rosely.

Já assisti todos esses filmes mas não me lembro mais das histórias. Fiquei tentando puxar pela memória mas não adiantou.
Vou precisar revê-los.

Beijos e um Feliz Natal.
Elvira