terça-feira, 26 de novembro de 2013

Uma estrela de brilho diferente

Este texto faz parte da blogagem coletiva Era uma vez... promovida pela Irene do blog 


Era uma vez, num reino muito, mas muito distante. Eu diria até anos luz distante da Terra, vivia uma menininha aparentando uns dez anos que sonhava acordada. E seu sonho não batia com as promessas e planos que seus pais, o rei Ontário e a rainha DaLua tinham para ela. Planejavam num futuro breve, assim que a menina menstruasse, um casamento maravilhoso com o príncipe SemTempo, filho do rei da Cova Rasa, MuitoTempo e da rainha SempreCorrendo. Segundo seus pais, o príncipe era um excelente partido e a união dos dois seria de muito lucro e bons negócios para ambos os reinos. Mas, a infante Estrelinha PénoChão não pensava como eles e sonhava algo para seu futuro bem diferente dos seus pais. Nada de passar sua juventude em salto alto equilibrando sua coroa de nobreza. Menina muito antenada com tudo o que acontecia no Universo, se entusiasmava com as aventuras do grupo GreenPeace do planeta Terra que fica no Sistema Solar. 
Estrelinha vivia conectada em seu aparelho multifuncional que interligava seu mundo a todo o resto do Universo. Estava encantada com tudo que vinha presenciando e aprendendo. Mesmo tendo pouca idade (114 sonhos), Estrelinha já tinha consciência de que viver somente de sonhos não valia a pena. Ao contrário dos demais habitantes do reino de seu pai, a menina já sabia que sonhos sem realizações concretas se esvaem no ar por isso, queria muito sair do seu mundinho e partir para esse tal desconhecido planeta Terra e se juntar a esse grupo para lutar por causas que ela compreendia serem justas. Não tinha nenhuma intenção de se transformar em uma enfadonha futura rainha do lar feito sua mãe. Aquilo não era vida para ela! Assim pensava cada vez que olhava para a figura triste e cansada de sua pobre rica mãe.  
Estrelinha almejava transformar sua vida numa grande e ininterrupta aventura não só pelo planeta Terra, mas por outros mundos também e ajudar a acabar com as injustiças que imperam neles. A menina tinha alma de guerreira! Desde que captara imagens dos ativistas do GreenPeace sendo presos pelos russos, a menina não parava de pensar na situação, na causa e nas pessoas que foram presas. Ela queria muito fazer parte dessa turma. E como boa sonhadora de nascença que era já bolava uns sonhos bem mirabolantes para concretizar. Com sua cabecinha ágil, traçava estratégias de fuga de seu planeta e de como chegar até a Terra. Sua mente tornara-se uma usina constante de esquemas, planos de rotas e fuga. É claro que sentiria muita falta de sua família, de seu reino e de seu povo. Mas sabia que seu destino já estava traçado para ser uma cidadã do Universo e para tanto, necessário se fazia despir-se de todo apego. 
Um dia retornaria. Mas isso meus amiguinhos, já será outra história a se contar. E tudo termina como começou: Era uma vez... 



10 comentários:

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Bravo, Roseli
Ficou perfeita a sua participação
E "Estrelinha" vai longe!!
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

✿ chica disse...

Puxa!!Que maravilha!!!Tuas inspirações são demais de lindas! Adorei todo o enredo e nos prendes até o final! LINDA participação! beijos,chica

Luma Rosa disse...

Oi, Roseli!
Entre o sonho e a realização, a Estrelinha Pé no Chão, terá que viajar galáxias para se juntar ao GreenPeace. Talvez ela desistisse se soubesse que o Castelo dos Sonhos já flagrou membros do Greenpeace transportando madeira irregular :D
Boa semana!!
Beijus,

Roseli Pedroso disse...

Oi Verena! Obrigada pela visita e comentário. Fico contente que tenha apreciado essa estrelinha especial. Adorei participar dessa blogagem!
Bjs

Roseli Pedroso disse...

Oi Chica! Minha alegria só aumenta com sua satisfação. Obrigada pela visita e comentário. Bjs

Roseli Pedroso disse...

É Luma, tadinha da Estrelinha, como todos nós, vai ter de se decepcionar e muito pela vida. Quantas vezes não acreditamos em algo ou em alguém e nos decepcionamos...Mas que bom que na ficção tudo acaba bem. Ou quase, rsrs Obrigada pela visita e comentário sempre inteligente. Bjs

Clara Lúcia disse...

Roseli, adorei!
Mesmo em reinos distantes, ha Estrelinhas rebeldes querendo ganhar todo o Universo!
Adorei mesmo!

Beijos

Roseli Pedroso disse...

Oi Clara, são essas tais Estrelinhas que movem e faz o planeta evoluir. Grata pela visita e comentário. Bjs

Vall Nunnes disse...

Muito bom Roseli, os pais faz planos para a vidas de seus filhos sem perguntar se eles querem o que foi planejado.
Abração menina!

Irene Moreira disse...

Olá Roseli

Um conto de fadas completo e gostei da criatividade nos nomes rs
Obrigado pela participação e espqeo tê-la sempre presente nos encantando com suas participações.

Beijos