terça-feira, 3 de dezembro de 2013

O segredo de Lisa Miller - Blogagem coletiva


Acabava de tomar o metrô e seguia um pouco sem rumo pensando no que faria agora. Mulher de traços delicados, beleza clássica, corpo muito bem delineado pela natureza. Lisa sabia de seus atributos mas procurava sempre adotar novo visual, nova roupagem a cada mudança de vida que fazia.
E olha que não foram poucas!


Olhando pela janela, agora que o trem saíra para a superfície, observava a paisagem urbana com seus inúmeros prédios, elevados, parques. Despedia-se, pois naquela semana mesmo embarcaria para outra cidade. Aliás, para outro país. Daria um tempo fora para apagar seus vestígios. Em breve iria se despir desse personagem que criou: uma bibliotecária. Trabalhou por dois anos na biblioteca pública e lá, fez amizades, rolou até um breve namoro, trabalhou exemplarmente. Iria deixar saudades. Gostava disso!
Por todos os lugares que passou e adotou identidades diferenciadas, Lisa soube deixar marcas boas em todas as pessoas que conheceu. Foi assim em Fortaleza, em Cuiabá, em Montes Claros, no Rio de Janeiro e agora em São Paulo. Isso só por aqui, no Brasil. Sua procedência, ela guarda a sete chaves. Nem a si mesma confessa. Só assim para se proteger. Já passou por Genebra, Bélgica, Croácia, Portugal.
Agora planejava seguir para o Canadá. Tiraria umas férias de tudo. Seria uma pessoa "normal". Tentaria ser uma turista entre tantos. Dormiria até tarde, tomaria seu café da manhã no hotel Georgian Court. Já decidirá ficar por lá, em Vancouver. Faria todos os programas turísticos. Após se restabelecer dessa última parada em São Paulo, traçaria sua nova meta e planos. Talvez ficasse ruiva. Já foi loira de cabelos longos, loira de cabelos curtíssimos, já teve olhos azuis, olhos verdes e violeta. Já foi punk e frequentava inferninhos e por último, foi uma bibliotecária de cabelos médios castanhos, vestia-se clássica e usava maquiagem nude. Talvez agora adotasse o visual Gilda. Sorri ao pensar nisso. O futuro lhe reserva muitas coisas boas, muitas experiências e acima de tudo, muita justiça a ser feita.
Essa história ainda está muito longe de terminar.

Esse texto faz parte da blogagem coletiva O segredo de Lisa Miller promovido por Patricia Gallis do blog Café entre amigos

PS: O início desse texto peguei como gancho, o final desse meu outro conto que postei no blog Coletivo Claraboia e também faz parte de um projeto meu de romance. Acho que ainda consigo terminar.

15 comentários:

✿ chica disse...

Linda e instigante tua inspiração! Bela participação! beijos,chica

Rita disse...

Olá querida vim conhecer seu blog por causa dessa blogagem, achei bem interessante dessa vez , minha filha PATRICIA é bem criativa em todas, achei a sua Lisa bem cheia de segredos, mas a história é assim ..gostei de ler , gostei daqui e já vou te seguindo, parabéns por tudo que tem de bonito

Bjuss com carinho de sempre

_______________Rita!!!

http://cantinhovirtualdarita.blogspot.com.br/

Maria Eduarda disse...

Que mulher fantástica e misteriosa...adorei!!!!

*Escritora de Artes* disse...

Olá Roseli,

Na verdade, acho que se ela fosse atriz seria mais feliz...rs

Adorei seu conto, já viajei mundo afora, e me identifiquei um pouco com essa personagem...

Obrigada pela visita!

Abçs

Waldir disse...

Um suspense no ar, parabéns , vou querer ler o desenrolar e o final. rsrs

Patricia Galis disse...

Muito interessante seu conto, acho que ela é uma espiã rsrs que legal conhecer o mundo todo....
Obrigada por participar fiquei muito feliz.

Marli Soares Borges disse...

ADorei o conto. Não estou participando dessa blogagem porque soube apenas hoje, mas estou acompanhando e me deliciando com as inspirações. Parabéns, você 'conta' muito bem! Bjs Marli

Jorge disse...

Maravilhoso e empolgante essa Lisa é bem misteriosa rs, parabéns!!!!

Luma Rosa disse...

Oi, Roseli!!
Me deixou curiosa, heim? Isso não se faz... rs.
Gostei muito e acho que deveria ter uma continuação!! ;) Quem sabe a sua Lisa não seja uma cientista maluca que faz experiências por conta própria?
Beijus,

Anne Lieri disse...

Nossa,Roseli! Que misteriosa personagem vc criou! Ficou ótima a história! bjs,

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Mais uma linda participação, Roselí
Parabéns!!
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

Clara Lúcia disse...

Roseli, bibliotecária, é?
Seria uma ideia de uma vida que quer sair por aí, sem rumo? Quem sabe?
Adorei e fiquei curiosa...
Beijos

Augusto Sperchi disse...

Oi Roseli! Vim conhecer o seu blog através da blogagem coletiva da Patrícia. Depois eu volto com mais tempo.
O seu conto deixa claro que há algo anterior e uma sequência a ser preenchida. Gostei do perfil que traçou de Lisa Miller. Esse personagem ainda vai render muito.
Um abraço!

Zui Galvão disse...

Parabéns! Bonito conto! Fiquei pensando qual seria o segredo de Lisa Miller. Pensei em furto, mas depois achei que poderia ser uma vingança, tipo a de Lampião. Não sei... Fiquei curiosa!
Também estou participando desta BC.
Abraços.

Cris Henriques disse...

Olá Roseli.

O teu conto está muito interessante, repleto de mistério.
Podia ser espia, ou actriz, como disseram as amigas Patrícia Galis e Escitora de Artes. Com tanta personagem reencarnada, chegará talvez um dia que Lisa Miller perderá a sua identidade e esquecerá quem é.
Parabéns!
Também participei.

Beijos,

Cris Henriques

http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/2013/12/o-segredo-de-lisa-miller.html