sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Blogagem Coletiva "Qual meu melhor presente nesse Natal?"


Em épocas natalinas deixamos de lado a austeridade dos adultos e voltamos a ser crianças. Está certo que nem todos. Para alguns, a retirada de suas couraças se torna praticamente impossível. Esses, amargam os dias festivos por não conseguirem trazer à tona a sua criança interior. Sufocaram-na de vez. É triste ver rostos distorcidos pela dor, pelo amargor, pela desesperança. É duro ver rostos disformes pela dor da perda que nunca superou, pela saudade que cavou buracos imensos em seus corações e que, por conta disso, não conseguem submergir desse poço de sofrimento e respirar ar purificado da alegria e leveza.
Eu mesma confesso que muitos natais passei deprimida com uma tristeza imensa que tomava conta de meu ser. No entanto, bastava chegar a data e me transformava na alegria pura ao lado de meus familiares e amigos. Era só uma fase em que de alguma forma, o peso da tristeza de Cristo pregado naquela maldita cruz me pesava os ombros. Fazia-me sentir culpada de um passado que marcou a todos. Momentos de reflexão, de purgar uma dor que vem não sei de onde.
Hoje, esse texto faz parte da BC promovida pela querida Roselia Bezerra do blog Espiritual-Idade e a temática é: Qual meu melhor presente nesse Natal?
Final de semana foi corrido mas tive meus momentos para pensar em qual seria para mim meu melhor presente de Natal e cheguei a seguinte conclusão: Não quero nenhum presente material. Está certo que é delicioso receber presentes: blusas, jóias, aparelhos tecnológicos, sapatos e acessórios... Qual mulher não gosta dessas coisas? Ou então, livros, CDs, DVDs que também são coisas que gosto bastante de ganhar.
Mas não. Esse ano trocaria tudo isso por apenas um único presente que, infelizmente sei que está fora de cogitação para qualquer um me dar.
Compreendo que também é pedir demais. Tenho consciência de que é um pedido impossível. Uma quimera. Quisera eu que Fadas e Gênios da Lâmpada existissem para satisfazer esse meu pedido natalino. Quisera eu que Cristo, com todo seu amor incondicional e seu poder de cura realizasse meu pedido. Quisera eu que Papai Noel realmente existisse e não fosse apenas uma imagem apelativa para impulsionar o consumo desregrado do povo.
O meu melhor presente de Natal seria ver minha irmã com saúde plena para realizar todos os seus planos de vida. E assim como ela, gostaria de sanar o sofrimento de todos que sofrem na face da Terra. Como sei que isso é impossível, peço apenas um pequeno grande presente Papai Noel:
Dai-me forças para repassar à ela e a todos que precisarem de mim. Mantenha o sorriso em minha face mesmo que meus olhos marejem de tristeza. Faça com que meu coração bata mais forte diante do sorriso de uma criança. Não me torne mais um zumbi sem sentimentos nesse mundo árido de amor. Adocica minhas palavras para que elas cheguem suaves aos ouvidos alheios. Que eu mantenha a capacidade de empatia para que sinta o que os outros sentem e não saia julgando injustamente os atos alheios. E, que no dia 25, eu celebre primeiramente a sua força Jesus, o seu sacrifício por nós, a sua elevação a o lado do Pai para que pudéssemos ser mais felizes. E eu quero ser feliz! E eu quero fazer meu próximo mais feliz!
É isso pessoas lindas da blogosfera. Esse seria meu melhor presente de Natal. E é com essas palavras que desejo a todos, uma data repleta de muito amor, muita serenidade, muita luz nos corações de todos. Obrigada pelo convite Roselia. Feliz Natal!

Esse texto faz parte da Blogagem Coletiva promovida pelo blog Espiritual-Idade.


9 comentários:

✿ chica disse...

Que linda e reflexiva, bem profunda participação e pedido de presente de Natal! Que seja o mais próximo do que desejas! FELIZ NATAL! bjs,chica

Natália disse...

Que linda participação com um texto maravilhoso que me emocionou.
Desejo as melhoras para a sua irmã.
Que todos os seus pedidos se realizem.
Beijos.

Anabela Jardim disse...

Creia! Nem tudo que julgamos impossível a Deus parece irreversível.
http://anabelajardim.blogspot.com.br/2014/12/qual-o-meu-melhor-presente-neste-natal.html

Coluna da Mi disse...

Oi.
Bem... Eu não sei a tua situação, pois não entrou em detalhes, mas EU CREIO no Cristo VIVO, que venceu aquela cruz para nos salvar e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Eu creio no Cristo bíblico que ressuscita até mortos, se é que me entende...
Feliz Natal o mais próximo possível.

Luma Rosa disse...

Oi, Roseli!
Como não emocionar com você?
Não precisa de gênio da lâmpada ou de Papai Noel... Temos Deus que é a nossa força.
A sabedoria é necessária até mesmo quando a nossa alma se esvazia em dor e esquecemos de nós para nos entregarmos a satisfazer as necessidades de quem amamos.
Desejar do fundo do coração, todos os dias, é doar-se, é emanar energia que irá alimentar a alma da sua irmã. Não é fácil!
Que Papai do Céu lhe dê o presente que almeja!
Beijus,

Clara Lucia disse...

Acho que vc já passa muita alegria pra sua irmã... Isso a gente vê nas fotos, Roseli. E acho que Deus ouve suas preces, mas cada um tem um sofrimento a passar por aqui. Infelizmente é assim... Cada um com sua vida.
Um feliz Natal pra vc e todos os seus e um beijo especial pra sua irmã.

Roseli Pedroso disse...

Obrigada Chica, Natália, Anabela, Mi, Luma e Clara! ei que posso sempre contar com a força de Deus em meu caminho e com a energia de vocês por aqui. Amizades é tudo nessa vida. Um beijo n'alma de todas!

Roselia Bezerra disse...

Das alturas orvalhem os céus,
E as nuvens que chovam Justiça,
Que a terra se abra ao amor
E germine o Deus Salvador.

Olá, querida amiga Roseli
Uma participação inédita das que li pois vc aprofundou bem o tema...
Mais uma rica participação que me fez crescer e ser mais feliz com o que tenho...
A GRAÇA DE DEUS ME BASTA...
Muito obrigado por participar da nossa V Interação Fraterna de Natal...
Bjm festivo e natalino

Ailime disse...

Uma linda e comovente!
Que o Senhor Misericordioso ouça a sua voz e lhe conceda a graça de devolver a saúde à sua irmã!
Desejo-lhe que passa um santo Natal na mais completa harmonia e paz.
Beijinhos,
Ailime