segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Dia de Ação nos Blogs 2008 - Pobreza

As desigualdades sociais têm sido a causa da pobreza em todo o mundo além de outros fatores como a guerra. Países na África, nas Américas, na Ásia, no Oriente Médio constantemente aparecem nos noticiários devido a situações de extrema pobreza de sua população.
No Brasil, o sul e o sudeste são as regiões mais desenvolvidas portanto com maior nível de desenvolvimento econômico e social. Mas mesmo nessas regiões, encontram-se expressivos bolsões de pobreza. Por quê? Essa é uma pergunta que nunca se cala. Vários estudos estão se desenvolvendo mas, para quem se encontra nessa situação, não quer nem tem tempo para esperar pelos resultados de tais estudos. No mundo todo, grupos tem se mobilizado para ajudar e combater a pobreza e nós, blogueiros, estamos no dia de hoje colaborando através dessa blogagem coletiva. Blogs no mundo todo estão hoje postando artigos, vídeos sobre a pobreza e suas conseqüências. Não dá mais para conviver com essa realidade. A humanidade precisa se humanizar um pouco mais e mover-se para mudar esse quadro atual. Na África, dos 49 países existentes, 34 se encontram em total estado de pobreza, doença e miséria. Milhões morrem diariamente de fome enquanto que, nos países ricos, pessoas morrem pelo excesso de peso pois comem mais do que necessitam. Irônico isso não? São os excessos que causam doenças e mortes em todo o planeta. Leia mais
Hoje, centenas de blogs se unem para uma blogagem coletiva em prol do combate à pobreza no mundo. Diante de um quadro tão agravante, não dá para fingir que nada acontece e que tudo se encontra perfeito nesse mundo. Para quem é antenado com os acontecimentos mundiais, sabe o quanto países sofrem com a fome, o flagelo, o caos ambiental. Guerras, governos corruptos, dinheiro mal administrado, tudo isso tem comtribuido para que a pobreza se alastre e algo precisa ser feito e com urgência. Porisso hoje, em vez de falar sobre música e literatura, falo sobre a urgência em se mobilizar para combater a pobreza. E para isso, podemos começar aqui próximos de nós mesmo. Não precisamos nos alistar em nenhuma equipe de socorro na África ou na Ásia. Olhemos ao nosso redor e veremos vários necessitados. Mas vejam bem: não basta dar um prato de comida, uma moeda e achar que está diminuindo a fome e a pobreza ao seu redor. A ajuda vai mais além. Como cidadãos, temos deveres para com nossos irmãos mais necessitados. A sociedade brasileira precisa se conscientizar de que não é só o assistencialismo que resolve os problemas sociais. É preciso haver uma mobilização e conscientização de que todos devem trabalhar para que a educação, a saúde e o governo façam suas partes de forma digna, real e efetiva. É isso. Hoje estou chamando todos a uma reflexão profunda sobre esse tema e fazendo a pergunta que o filósofo Mario Sergio Cortella faz em seu livro "Qual é a tua obra?"

O que você pretende deixar para seus descendentes? Rastros de miséria, fome, desolação, guerra? Tudo isso ocasionado por sua atitude (ou falta dela) passiva perante os problemas sociais do mundo? Ou um planeta onde impera a ordem, o respeito e onde futuros seres humanos tenham acesso a educação, a uma profissão e uma vida digna? Pense nisso.






2 comentários:

acqua disse...

Bom dia Roseli, vim aqui conhecer o seu blog e ao chegar me vejo diante de um assunto um tanto delicado como este. Acho que a pobreza tem lá os seus problemas. Mas a pior forma de pobreza é a mental que nos limita. Porque a fome quase sempre tem solução, mas a pobreza que nos limita, nos empurra para baixo e quase sempre não nos permite volta.
Abraços meus e grata por participar do Abre Aspas II.
Boa semana para ti...

Anônimo disse...

Oi Ro, o que mais me entristece é saber que somos o pais do desperdicio, temos tudo pra alimentar muitos famintos, mas tb, e creio que por isso, desperdiçamos. A Educação para o combate a fome é urgente
bjs
Neli