segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Interlúdio com Florbela - Blogagem coletiva



Há alguns anos tive meu primeiro contato com Florbela Espanca. Na época, fiquei emocionada com aquele poema e procurei saber mais a respeito de quem havia escrito. Mas então, o tempo passou e acabou no esquecimento. Até que um dia chegou ao acervo da biblioteca em que trabalho um livro dela "Poemas de Florbela Espanca", organizado por Maria Lúcia Dal Farra, Editora Martins Fontes. Um dia, encontrando com um amigo meu, ele estava lendo um livro e qual não foi minha surpresa ao ver quem era o autor? Justamente ela, Florbela. Pensei comigo: Humm, não acredito em acasos. Deve ter algum significado nisso tudo. Vou ler esse livro também. E passei a ler, e a amar e a sofrer de amor através de seus poemas. Virei fã, virei admiradora de sua obra e de sua vida. Daí, não poder ficar de fora dessa blogagm tão especial sobre ela. Há algum tempo atrás conheci um cantor e tive o privilégio de conhecê-lo pessoalmente e descobri sua paixão por Florbela. Naquela época ele já me falava de seu projeto pessoal de musicar seus poemas e lançar um dia esse trabalho. Há pouco fiquei sabendo por ele mesmo que o CD deverá sair em meados de março de 2009. Ele já andou tocando algumas músicas em apresentações que fez por aqui e já tem minha aprovação (uau, quanta pretenção a minha não?). Mas é isso, o trabalho precisa bater em nossos ouvidos e agradar de imediato. E foi exatamente isso que aconteceu. Se alguém quiser saber um pouco mais sobre esse trabalho, entre no site de Marcos Assumpção e aproveite e conheça os demais trabalhos desse cantor. Vale a pena mesmo.
Mas voltando a falar dessa escritora, hoje podemos dizer que infelizmente ela nasceu e viveu numa época errada pois todo o período em que viveu e tentou se consolidar como escritora, foi motivos de chacotas, irônias e muita crítica. Possuidora de uma sensibilidade acima da média, não tinha medo em expor seus sentimentos mais íntimos transformando-os em poemas belíssimos que somente anos após sua morte passou a ser compreendido e admirado por todos.
Podemos considerá-la uma das precursoras do feminismo português, o que explica o tanto de perseguições e incompreensões durante sua curta vida. Afinal, viveu intensamente num período em que a mulher não tinha voz numa sociedade machista e preconceituosa e tornou-se escritora, motivo a mais para causar polêmica afinal, nessa sociedade ser mulher, inteligente e tomar para sí, o desejo de tornar-se escritora e ainda por cima escrever sobre sentimentos e intimidades, ora, sem dúvida foi de causar muito desagrado entre os seus. Hoje, nós mulheres a compreendemos pois ela tornou-se a porta-voz dos sentimentos femininos e, falando sério: quem já não amou? quem já não sofreu por amor? quem já não cometeu loucuras em nome de um amor? Só mesmo quem ainda não amou, não é mesmo?



E como sempre fui a favor de celebrar o amor, seja em que nível for, em que profundidade acontecer e não importando o quanto tiver de durar, deixo aqui alguns dos poemas que mais gosto.

Súplica (I)

Digo para mim quando ele passa:

Ave maria, cheia de graça!

E quando ainda

Mal posso vê-lo:

Bendito Deus

Como ele é belo!


4 comentários:

Flor ♥ disse...

Bom dia, meus queridos!

Chegamos ao grande dia da Blogagem em homenagem a Florbela Espanca.

Tanto ansiei por este dia, e eis que, por caprichos do acaso, desde sábado estou com problemas sérios de conexão, e hoje estou aqui graças ao PC de uma Lan House... Cheia de vontade de ler os seus posts, que tão carinhosamente estão sendo publicados, mas por hora impossibilitada... A presença do técnico está marcada para hoje às 16.00 h. Espero que tudo volte ao normal para que possa, além de me deliciar com as suas postagens, publicá-las no Interlúdio com Florbela, como uma pequena forma de agradecer pelo carinho de vocês... Conto com a compreensão de todos... Beijos!

Flor ♥

Georgia disse...

Roseli, que vida a de Florbela, nao?

Que lindos poemas, mas cheio de dor e melancolia.

Um gbrande abraco

Serena Flor disse...

Florbela é divina e estou hiper feliz de também ter participado desta linda blogagem.
Hoje a blogosfera exala um doce perfume desta mulher com nome de Flor...bela!
Beijos e adorei seu post!

REGINACELLI disse...

Obrigada minha linda pela visita, farei do teu blog também um ponto de visita e inspiração.Adorei o que você postou sobre Florbela e seu vídeo foi muito bem escolhido...Maravilhoso!

Bjokas pra você e uma bela semana!