sábado, 16 de abril de 2011

Rio Sonata

Após o desabafo que fiz na postagem anterior, deixe-me falar um pouco sobre o documentário Rio Sonata. Dirigido pelo suíço Georges Gachot, foi sem dúvida uma bonita homenagem a essa grande e nem sempre compreendida cantora brasileira. Cantora de personalidade única e de uma voz diferenciada, Nana traçou sua carreira paralela ao que a indústria fonográfica sempre ditou. Por conta disso, nunca foi uma cantora "popular". No entanto, pela sorte de ter sempre canções suas em trilhas de novelas, ficou conhecida do grande público.
O documentário emociona muitas vezes, mas pra mim que sou fã de Nana Caymmi, senti falta de uma trabalho mais completo sobre sua carreira. Achei que faltou pessoas de peso pra falar sobre a cantora e sua carreira. Pessoas de sua família, músicos que trabalharam com ela, enfim, saí com a sensação de que faltava algo pra tornar esse documentário completo. Tenho certeza que o diretor focou o documentário para ser exibido lá fora. Na realidade, ao meu ver, o grande personagem do documentário foi a cidade do Rio de Janeiro e alguns de seus habitantes comuns. A Nana e sua voz serviram apenas como trilha sonora e pano de fundo para o filme. De qualquer maneira, ficou registrado - e por um profissional do exterior e não por um dos nossos - uma bela homenagem a grande cantora que ela é. Homenagem justa, porém incompleta. De qualquer forma, vale a pena assistir.

2 comentários:

Pedrita disse...

tenho vontade de ver. beijos, pedrita

Mônica disse...

Roseli, adoro Nana Caymmi e tudo que ela canta. Linda esta sua homenagem a esta interprete que nos encanta com sua voz. Beijos