quarta-feira, 19 de junho de 2013

Uma nova era se abre para todos nós

A estupidez humana me comove e me causa uma revolta imensa! Estamos em meados do século XXI e parece que não saímos da Idade Média. Sei que a humanidade tem uma certa lerdeza em dar cada passo rumo a sua evolução. Ou, por outro lado, tenho consciência de que cada passo leva muito, mas muito tempo para acontecer. Das duas uma: ou essa letargia está demorando demais, ou minha ansiedade está em modus crescente.O que tenho observado nessas últimas décadas não só por aqui, em Terras Tupiniquins, mas por todo o planeta, é algo que muito me preocupa. Por mais que um grupo elevado tenta de todas as formas lutar para e pela evolução de todos, em contraponto, tem sempre uma corja mal intencionada que só faz atrasar a tal evolução.
Boa parte de minha vida achei ingenuamente, que todos os brasileiros fossem de boa conduta, boa índole, alegre, honesto, sincero.
Hoje, amargamente reconheço que não. Ainda existe pessoas assim como imaginava mas, por outro lado, vivemos entre seres com uma sombra enegrecida sobre eles que nos impede de crescer, de enxergar a luz. Os últimos acontecimentos provam esse meu pensamento.
De uma hora para outra, como verdadeiros répteis, foram ganhando forma, se fortalecendo sempre na penumbra. De forma aviltante, usam o bom nome de Deus em vão para justificar suas atitudes tão nefastas.
Pessoas que se passam por verdadeiros "Cordeiros de Deus" utilizando de um discurso fascista e altamente perigoso. Para todos! Pessoas que se dizem "Família" mas que na prática fazem os maiores horrores: pedofilia, prostituição infantil, tráfico de entorpecentes...Mas o pior disso tudo é atentar contra os direitos do seu próximo.
Aí o bicho pega!
Tenho absoluta certeza que se Jesus pudesse estar entre nós novamente (coitado! Não é nem louco de inventar isso de novo!), faria um estardalhaço pior do que da vez em frente ao mercado. Passagem essa que todos conhecem tão bem.
Ficaria emputecido diante de tanta arrogância desses pseudo religiosos que batem no peito para julgar e condenar alguém. Todos com telhados de vidro. Façam-me o favor!
Usem da mesma "fé", da mesma força política para realmente fazer cumprir os verdadeiros mandamentos de Cristo: Amai ao teu próximo como a ti mesmo! Faça ao teu semelhante o que gostaria que fizessem com você.Doe seu tempo livre para o serviço voluntariado em hospitais, creches, asilos, façam mutirões para tirar as pessoas da rua. Doe simplesmente seus ombros para ouvir quem necessite. Dispam-se dessa roupagem de orgulho, ostentação e arrogância e voltem a ser os verdadeiros cristãos que Jesus tão bem exemplificou.
Ele sim, foi cristão verdadeiro. Amou a todos sem distinção. Jamais olhou se seu próximo era branco, preto, pardo, ruivo, magro, gordo, ateu, religioso, hetero ou homo. Isso nada significava para ele.
Sei que nem todos os cristãos têm o mesmo pensamento fascista desse senhor Feliciano. Conheço muitos que são verdadeiros exemplos de amor ao próximo.
Mas me dirijo em especial a todos que compactuam desse triste pensamento distorcido que já não tem mais espaço no mundo em que vivemos.
Senhores, desçam desse pedestal ilusório em que construíram e subiram como forma de se acharem superiores aos demais. Os senhores não são nada! Os senhores não são melhores que ninguém! Muito pelo contrário. Estão tremendamente equivocados em suas posturas e pensamentos.Voltem aos bancos de ensino religioso e retomem as leituras e aprendam a interpretá-las da forma correta. Sem preconceitos. Leiam, aprendam, assimilem e retornem à vida aqui fora. O mundo não tem mais lugar para vocês. Não com essas mentalidades tacanhas.Nunca a frase francesa esteve tão em alta e tão verdadeira: Vive la diference! Igualitè! 
Sei que muitos não concordam com minha forma de pensar, nem desejo impô-la mas, é certeza que passamos aqui no planeta por grandes transformações. Principalmente de ordem moral e essa, é a mais difícil, mais sofrida e exigirá muito de todos nós. Portanto pessoas, tenham serenidade mesmo estando no olho do furacão. Busquem sempre a sintonia de pensamentos com o plano maior, higienize seu campo mental. Não embarque na dos que já se encontram desequilibrados. Pondere suas ações, suas palavras, seus pensamentos. Só assim conseguiremos fazer desse, um mundo melhor onde não haja mais discriminação e preconceitos. Pode acreditar, isso não é utopia. É mudança de pensamento e de conduta e isso sim é possível.

4 comentários:

Pedrita disse...

aqui no brasil acho que a impunidade e a insatisfação com altos impostos gera uma revolta que beira a insanidade. e tb exercer a democracia no brasil é algo muito recente, ainda não sabemos reivindicar. e tb muitas das nossas reivindicações não dão em nada, veja a do collor, hj ele em um cargo alto e ganhando muito depois de tudo. acho que tudo isso faz muitos pirar. beijos, pedrita

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

mto bacana, Roseli. realmente é preciso mesmo a gente entrar em novos tempos. ordem moral, educação, uma transformação profunda (e pra melhor) da sociedade. tenho esperanças! e sejamsos serenos
bjs

Clara Lúcia disse...

Concordo com tudo que falou, Roseli.
É muita hipocrisia, independente de religião.Se não concorda, apenas respeite e pronto! O que a pessoa faz com sua vida não é problema de ninguém.
Conheço tanta gente hipócrita que dá pena saber que eles têm a mentalidade do tamanho de uma ameba.
Bem, façamos nossa parte.

Beijos

Christian V. Louis disse...

O triste desta "nova era" é que ao invés de haver um progresso, está havendo um retrocesso por causa desta bancada evangélica que só luta por interesses próprios.
Hoje mesmo escrevi um post "politizado", isto porque há um bom tempo me autodenomino apolítico, onde destaquei que agora as pessoas se voltam para as manifestações com orgulho só porque está ocorrendo com a maioria.
Mas há um bom tempo que a minoria desta geração tem ido as ruas, que lutou muito contra a aprovação (suspeita, a portas fechadas) da presidência dos Direitos Humanos e Minorias, das tantas petições online que não deram em nada...
E parece que tudo acaba em pizza, não sou muito otimista e a Pedrita me fez repensar o caso dos "caras pintadas".
Abraço e boa noite.
Adorei seu texto.