sexta-feira, 24 de julho de 2009

Sites de compartilhamento de músicas passarão a ser legais

(Imagem retirada do Google Imagem)

É pessoal, a questão da pirataria anda com seus dias contados. A ordem do dia é respeitar os direitos autorais dos artistas e demais pessoas envolvidas nos trabalhos. Nada mais justo não é mesmo? Até concordo quando as pessoas dizem que é legal fazer downloads de música grátis na internet mas não podemos nos esquecer que esses músicos dão um duro danado para gravarem seus trabalhos e por isso mesmo, devem ser respeitados tendo seus direitos
pagos. O tema ainda gera muita polêmica afinal, quem já não teve a curiosidade e baixou músicas na internet? Eu mesma, apesar de ser a favor de se comprar o CD e DVD original, já baixei músicas em meu computador para ouvir enquanto navego pela internet. No entanto, sou a favor de mudanças de comportamento visando sempre o melhor para todos. Não posso pensar somente em meu bem estar e comodidade. Tenho de me preocupar com meu próximo e se, esse próximo (no caso, os músicos) está sendo prejudicado com minhas ações, então é o momento de se estudar mudanças em meu comportamento.
Toda essa introdução é para falar que:

(Notícia retirada de Veja.com , 21/07/09)
Os softwares de compartilhamento gratuito de músicas Kazaa e Pirate Bay pretendem se despedir da clandestinidade. Ambos querem se regularizar e devem passar a ser legais. Seguindo os exemplos do Napster, um site que permitia que os internautas baixassem músicas gratuitamente e agora cobra pelo serviço, o Kazaa e o Pirate Bay querem cobrar mensalidade dos internautas.Leia na íntegra

3 comentários:

Mírian Mondon disse...

Oi Roseli,
Que boa noticia! Estou com voce.
O artista precisa ser respeitado.

Estou morrendo de saudade... que delicia ouvir essa música assim de repente, especialmente num momento em que estou com MUITA saudade do Brasil. Eu nem gosto de musica em blog, mas essa foi certeira. Delícia!

beijos

Milena disse...

Oi, Rose! Obrigada! :D

Então, na verdade esse texto é um trecho de um livro que venho escrevendo há anos e é meu xodó... Pra ser mais exata, é o terceiro capítulo, que apresenta um dos personagens secundários. Não sei ainda, mas provavelmente devo continuar escrevendo textos curtos, talvez com base nesse, você me deu uma boa idéia! Beijos!

Daniel Savio disse...

Será que realmente vão consegui coibir este trafego de informações?

Pois se eu tenho o cd original, eu posso transforma as músicas em MP3 para eu ouvir, mas não dá direito de passar este mesmas músicas serem passados para terceiros ouvirem...

Fiquem com Deus, menina Roseli.
Um abraço.